Imprimir

Guardas da Regional Portão reprimem crimes em terminais e grandes avenidas

em 07 Dezembro 2021. Postado em Notícias

guardas portao reprimem 01A presença de guardas municipais do núcleo regional do Portão nos principais eixos comerciais e em locais com grande concentração de pessoas reprimiu quatro roubos e sete furtos nos seis primeiros meses do ano.

O resultado é fruto de um planejamento para atuação das equipes, organizadas para atender os terminais de ônibus Portão e Fazendinha, além de trechos com maior movimentação, como ao longo das avenidas República Argentina, Wenceslau Braz e Presidente Arthur Bernardes, que também contam com estrutura cicloviária e locais procurados para a prática de esportes.

O trabalho dos guardas municipais do Portão resultou em 2.579 ocorrências atendidas no período de janeiro a junho, o equivalente a uma média de 14 por dia. Desse total, 319 atendimentos foram a situações relacionadas ao trânsito, com 152 abordagens a pessoas suspeitas.

No período, 61 indivíduos foram presos por crimes diversos. Além dos furtos e roubos mencionados e praticados contra pedestre, estabelecimento comercial, equipamento público e residência, houve 17 flagrantes relacionados a porte, uso e tráfico de drogas (17 flagrantes), seis violações de medida protetiva concedida pelo poder Judiciário à mulher vítima de crime e mais três de violência contra a mulher.

Mais do que o número de atendimentos, são os detalhes dessas situações atendidas que mais impactam, segundo relatos dos guardas do Portão. A violência contra a mulher não se resume ao companheiro ou ao indivíduo com quem ela teve um relacionamento.

Em um dos casos, ocorrido no mês de maio (tradicionalmente marcado por homenagens à mulher), os guardas foram acionados para socorrer uma vítima de 45 anos que foi agredida fisicamente pelo filho, de 25 anos. Ela estava com ferimentos no pescoço, provocados pela forte agressão feita com um lápis.

Aproximar-se da vítima mesmo tendo impedimento legal para isso é situação recorrente atendida de forma emergencial pelos guardas. Poucas semanas atrás, o ex-marido de uma mulher com medida protetiva obtida após um histórico de violência do agressor, voltou a incomodá-la.

A Guarda Municipal foi chamada depois que o suspeito foi até o local de trabalho da vítima. Ela não estava lá, o que não o impediu de ameaçar os funcionários do local. Abordou-a a caminho de casa, onde uma equipe da GM já estava e, por contato telefônico com a vítima, conseguiu descobrir a localização dos dois para fazer a abordagem. Ele foi preso e levado à Delegacia da Mulher.

Raio-x do Portão
Nove bairros, que agregam cerca de 220 mil habitantes, estão sob a responsabilidade do núcleo regional da GM no Portão. A unidade faz limite regionalizado com outros cinco núcleos (Matriz, Boqueirão, Pinheirinho, CIC e Santa Felicidade), com apoios mútuos a ocorrências sempre que necessário. Parceria esta que se estende aos demais órgãos de segurança pública.

Negional Portão estão a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos e a Escola Superior da Polícia Civil, que já receberam apoio do núcleo regional da GM após tentativa de fuga de suspeitos.

A região do Portão conta com uma rede hoteleira procurada por delegações e comitivas internacionais, além de dois Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs): Água Verde e Guaíra. “São bastante atuantes junto à comunidade e requerem atenção às demandas apresentadas”, explica o chefe regional da GM no Portão, inspetor Airton Sebastião Machado.

Nos finais de semana e feriados a Guarda Municipal também presta apoio para a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer e Juventude em operações nos Parques Guairacá e Cambuí, com intuito de fiscalizar e orientar os usuários dos parques como determina a legislação vigente, bem como tipicidade e peculiaridade de cada bandeira proposta pelo Município.

O Inspetor Airton ressalta o diálogo aberto e o bom entrosamento com a equipe da Administração Regional e com as equipes das Secretarias Municipais permitem um bom desenvolvimento das atividades. “Tenho satisfação pessoal em trabalhar no núcleo do Portão, onde me sinto motivado pela equipe de guardas que compõem o quadro efetivo aqui e pela autonomia concedida pelo comando da GM, o que transfere segurança e tranquilidade para ações e tomada de decisões”, afirma o inspetor.

LEIA MAIS

 guardas portao reprimem 02

 

 

 

 

 

 

 




Foto: Ricardo Deverson/GM

guardas portao reprimem 03

 

 

 

 

 

 

 

 




Foto: Ricardo Deverson/GM

guardas portao reprimem 04

 

 

 

 

 

 

 

 




Foto: Ricardo Deverson/GM

guardas portao reprimem 05

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Foto: Ricardo Deverson/GM

guardas portao reprimem 06

 

 

 

 

 

 

 

 




Foto: Ricardo Deverson/GM

  • Compartilhe: