Imprimir

Guardas formados falam das expectativas para a carreira

em 10 Janeiro 2020. Postado em Notícias

WhatsApp Image 2020-01-10 at 17.54.09Dedicação e comprometimento ajudaram os alunos Eduardo Cândido Beliato, Guilherme Wendling Sava e Hélio Antônio Bora a se destacarem no curso de formação técnico-profissional da Guarda Municipal. Eles integram a 28ª turma que se formou nesta sexta-feira (10/1).

O trio obteve os melhores desempenhos na classificação do curso, após quatro meses de aulas. Com 25 anos, o até então analista de informática Eduardo Cândido Beliato, primeiro colocado, conta que o apreço à área de segurança pública o levou a fazer o concurso para ingressar na corporação.

“Eu me dediquei ao máximo durante o curso porque vi que a Guarda Municipal é muito mais do que cuidar do patrimônio público. É também um policiamento ostensivo e de proximidade com a população”, afirma Beliato.

A expectativa para a carreira profissional é grande. “Como profissional quero ter um desenvolvimento pessoal, além de buscar um crescimento e aperfeiçoamento dentro da minha nova área”, completa ele.

O segundo lugar foi alcançado pelo biólogo Guilherme Wendling Sava, de 36 anos. “Fiz o concurso para ter uma estabilidade profissional. E eu também tinha o desejo de fazer algo a mais pela cidade e população”, diz Sava.

Ele destaca o apoio que recebeu dos familiares para se dedicar integralmente ao curso. “Levei a sério, estudava todos os dias o conteúdo aprendido em sala de aula”, compartilha o guarda.

Agora como efetivo, Sava acrescenta o desejo de estar em constante aprendizado com outros servidores da corporação, para desempenhar os trabalhos de proteção e segurança.

“As pessoas confiam na Guarda, e eu quero honrar isso com meu trabalho, contribuindo para um melhor policiamento de proximidade”, diz Sava.

O sonho de Hélio Antônio Bora, de 31 anos, era ser guarda municipal. Antigo servidor da Prefeitura de Araucária, dedicou-se aos estudos durante a formação e alcançou o terceiro lugar entre os 190.

“O curso é intenso e puxado, mas eu gostei muito, desde as aulas teóricas até o aprendizado prático”, comenta Bora.

Para ele, a corporação é responsável por gerar um respeito da população. “Neste tempo de estágio pude observar que a população reconhece o nosso trabalho, e sempre que precisa, sabe que pode receber a nossa ajuda”, finaliza o servidor.

WhatsApp Image 2020-01-10 at 17.53.23

Divulgação

  • Compartilhe: