Imprimir

Com humor, agentes-atrizes da Setran mantêm grupo de teatro

em 08 Junho 2018. Postado em Notícias

Setran teatro destaque

 

Usar o humor para falar de assuntos sérios é a receita do Fazendo Arte, o grupo de teatro formado há cerca de dez anos por agentes da Secretaria Municipal da Defesa Social e Trânsito. O grupo participa da 25ª Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat) da Superintendência de Trânsito do órgão, a Setran.

Nesta quarta-feira (6/6), as agentes arrancaram risos e fizeram pensar a plateia repleta de colegas que assistiram à peça mesclando dois assuntos de interesse geral: saúde pessoal e intolerância nas redes sociais. Por 40 minutos, as sete atrizes levaram para a cena, improvisada em uma sala de treinamentos da Setran, 13 personagens vestidos e maquiados por elas.

“É um trabalho voluntário que fazemos porque gostamos muito e porque pode ajudar as pessoas a se tornarem melhores em termos de saúde, de relacionamentos”, conta Márcia de França, que é agente há 27 anos e está no grupo teatral desde o início.

O Fazendo Arte já chegou a ter 11 atrizes e, até hoje, nenhum ator. “Mas não é por que seja um grupo só de mulheres”, observa a agente, que divide a cena com Sandra Azevedo, Olinda Lemes, Maria Aparecida Olinda, Jacira Bento, Doriane Upits e Luiza Naldony. Todas opinam na elaboração dos textos a serem encenados e Márcia se encarrega das paródias musicais usadas nas peças. Os ensaios acontecem na Setran, depois do trabalho.

No final da apresentação, voluntárias da Associação Paranaense do Diabético (Apad) fizeram testes rápidos de glicemia nos interessados.

Agenda

As agentes-atrizes entrarão em cena novamente na sexta-feira (8/6), na Urbs, no encerramento da Sipat local. “É muito bom falar para os adultos mas o retorno mesmo a gente percebe nas crianças, que depois do espetáculo vêm nos contar sobre experiências relacionadas ao que acabaram de ver”, compara Márcia.

O grupo também se apresenta em escolas e creches, levando temas especiais para crianças e adolescentes. O trânsito, rotina profissional das agentes, não pode faltar e desperta o interesse da garotada. “Se depender de nós teremos motoristas e pedestres melhores, estamos fazendo o nosso melhor.”

 

Setran teatro 1

Divulgação 

 

 

 

  • Compartilhe: