Imprimir

Motoristas são flagrados em condutas irregulares na área urbana da BR-476

em 11 Maio 2018. Postado em Notícias

 

Flara Motoristas destaque

 

Cerca de 70% dos veículos parados na blitz realizada na noite de quinta-feira (10/5), no quilômetro 130 da BR-476, nas imediações da sede da Polícia Rodoviária Federal, foram autuados por apresentarem algum tipo de irregularidade. A informação é da Superintendência de Trânsito (Setran).

A Setran participa da Comissão de Fiscalização do projeto Vida no Trânsito, também composta pela Guarda Municipal, Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), Polícia Rodoviária Federal e Estadual.

A blitz é uma das estratégias do Maio Amarelo, movimento de prevenção e fiscalização de condutas irregulares que podem provocar acidentes fatais no trânsito.

Durante três horas, das 20h às 23h, 40 agentes da Setran, Guarda Municipal, Polícia Rodoviária Federal e Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) abordaram 154 veículos. Desse total, 104 motoristas foram autuados.

O serviço de guincho também precisou ser acionado: 16 motos e 15 carros apresentaram irregularidades e foram recolhidos ao estacionamento da empresa de remoções contratada pela Prefeitura.

Causas das infrações

“Autuações e remoções se deveram a problemas com a documentação e também ao consumo de álcool”, informou o coordenador de Fiscalização da Setran, Alvacir Mendes.

Dos 60 exames com o etilômetro realizados, três apresentaram álcool. Em dois casos, a taxa de álcool no sangue dos condutores ficou entre 0,01 e 0,29 mg/l. O terceiro motorista se recusou a fazer o teste e não escapou da autuação. Em decorrência disso, foram apreendidas duas carteiras de habilitação e um Certificado de Registro de Licenciamento de Veículo.

Os condutores pegos na blitz terão que se regularizar antes de recuperar seus carros ou carteiras de habilitação. Os veículos apreendidos só serão liberados depois da quitação de todos os débitos (impostos e taxas, incluindo multa e diárias de estacionamento).

Já quem teve a carteira de motorista apreendida precisará passar por curso de reciclagem, o que significa seis meses longe do volante.

Flara Motoristas 1

Divulgação

Flara Motoristas 2

Divulgação

Flara Motoristas 3

Divulgação

 

 

 

  • Compartilhe: