Imprimir

Jogos são desenvolvidos para complementar trabalho de prevenção às drogas

Escrito por Luciana Cristo. Postado em Notícias

Um jogo de realidade aumentada e outro digital estilo plataforma compõem a mais nova forma de chamar a atenção dos adolescentes para o tema da prevenção às drogas em Curitiba. As duas iniciativas foram as vencedoras do evento de Game Jams, realizado na capital curitibana no início do mês, na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR).

“Esses dois novos produtos têm grande potencial de serem aproveitados para utilização em instituições públicas e privadas de ensino, como forma complementar de abordar o tema de prevenção às drogas”, explica o diretor do Departamento Municipal de Políticas sobre Drogas, Cristiano de Bastiani.  

Imersas na atividade durante 72 horas, as equipes competidoras, compostas por jovens de todo o Brasil, receberam o desafio de desenvolver um jogo interativo voltado a adolescentes com a temática de prevenção. Os jovens não tinham conhecimento prévio da tarefa, que foi anunciada pelo Departamento de Políticas Sobre Drogas somente na abertura do evento. As atividades foram promovidas pela Engenharia de Produção da Escola Politécnica da PUCPR, em parceria com o SBGames 2017 - Simpósio Brasileiro de Jogos e Entretenimento Digital.

Profissionais do Departamento de Políticas Sobre Drogas participaram de todo o processo de criação. “Foi possível perceber a empolgação dos competidores ao longo do desenvolvimento de um produto para um tema tão importante e tão complexo, utilizando uma metodologia inovadora e diferenciada no enfrentamento às drogas, para atingir de fato o público-alvo. Foi, também, uma oportunidade de convivência dos participantes com a realidade na comunidade, pensando em uma sociedade mais inclusiva e sustentável”, acredita Bastiani.

Processo criativo

Após votação, da qual participaram equipes técnicas e público presente no evento de games, o resultado dos primeiros colocados - eram duas as categorias - foi conhecido na noite da última sexta-feira (10/11). “Como desenvolvedores de jogos, não temos o costume de trabalhar conceitos delicados como este, então foi um grande desafio pensar em como colocar elementos e detalhes, de forma clara e concisa, que levassem a criança a refletir sobre essa temática bastante difícil”, analisou Gabriel Oliveira, um dos integrantes da equipe que foi a primeira colocada na categoria Super Game Jam, que levou os competidores a conhecer diversos pontos da cidade. Junto com Oliveira, fizeram parte do grupo “Ignia” Andrei Rafael Brongel e Gabriel Lourenço, que criaram um jogo de realidade aumentada.

Na outra categoria - Light Game Jam (na qual os desenvolvedores de jogos não deixavam o local do evento) - o desafio foi semelhante. A equipe vencedora, “Sukafu Team”, já havia participado de outros dez game jams e considerou este o mais complicado.

André Ferreira dos Santos, Isabela Castro, Jean Quevedo, Rodrigo Baglioli, Lucas Ventura e Gabriele Eichel apresentaram um jogo digital, para computador e plataforma mobile, com duas fases iniciais. “Ficamos bem felizes com o resultado. O nosso foco foi mostrar indiretamente ao jogador quais as consequências do uso das drogas na vida deles. Mesmo sem explicitar, mostramos os efeitos negativos, para que crianças e adolescentes se interessem pelo jogo e, depois, se interessem por entender o que está acontecendo nele”, apresentou Santos. De acordo com a equipe, a intenção é que o jogo possa complementar um trabalho educativo com explicações sobre os perigos do uso das drogas em sala de aula.

Imprimir

Agentes de trânsito passam por treinamento para fazer escolta

Escrito por Luciana Cristo. Postado em Notícias

Novos agentes de trânsito de Curitiba estão capacitados para o serviço de escolta (batedores). Eles participaram de um curso específico para o serviço, durante as últimas quatro semanas, ministrado pelo Exército, com a participação da Superintendência Municipal de Trânsito (Setran) na coordenação. O serviço de escolta auxilia em operações de trânsito envolvendo delegações, autoridades ou, ainda, transporte de cargas.

“Foi um período intenso de treinamentos e instruções, exigindo preparo físico e psicológico dos alunos”, afirmou o diretor de Fiscalização da Setran, Claudionor Agibert. Os alunos - que já exercem a função de motociclistas da Setran - passaram, previamente, por uma prova classificatória e foram selecionados para o curso.

“Uma capacitação voltada especificamente para o trabalho de batedores melhora muito o desenvolvimento dos nossos trabalhos”, acrescenta Agibert.

Agora formados, estão aptos a serem replicadores dos conhecimentos sobre a atividade. “O curso terá alto aproveitamento nas tarefas desempenhadas no o dia a dia”, avalia o agente de trânsito Joilson Dicarli Souza, responsável pela coordenação do curso de batedores pela Setran.

“Esperamos agora colocar em prática o aprendizado, dando apoio às forças policiais no serviço de batedores”, acrescenta um dos agentes formados no curso, Marcelo Adriano Pucci de Oliveira. Do curso, também participaram guardas municipais de Fazenda Rio Grande.

Divulgação

Divulgação

Imprimir

Guarda Municipal presta apoio em segunda fase de operação na Vila das Torres

Escrito por Luciana Cristo. Postado em Notícias

Seis pessoas, entre 18 a 54 anos, foram presas em flagrante durante a segunda fase da Operação Torres, desencadeada nesta segunda-feira (27), para coibir o tráfico de drogas e receptação de produtos roubados, na região da Vila das Torres. Coordenada pela Polícia Civil, a ação teve apoio da Guarda Municipal de Curitiba e da Polícia Rodoviária Federal.

Uma outra pessoa, de 22 anos, também foi encaminhada até a delegacia para prestar esclarecimentos. Ao todo, dez mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos pela 12ª Vara Criminal de Curitiba, foram cumpridos em residências situadas na Vila Torres, bairro Rebouças.

O inspetor da Guarda Municipal de Curitiba Gilberto Ramos de Oliveira destacou a presença mais constante do órgão em operações integradas com as forças policiais. "Por determinação do prefeito Rafael Greca, estamos tendo uma atuação integrada com outros órgãos de segurança, somando esforços para um resultado mais efetivo para a preservação da ordem e da tranquilidade na cidade", disse ele.

Ao longo da operação, foram apreendidos 86 pedras de crack, 16 buchas de cocaína, 50 gramas de maconha, duas balanças de precisão, uma carteira de identidade roubada, além de R$ 1.123 em dinheiro trocado.

Em uma das diligências a equipe policial prendeu uma mulher, de 39 anos, e dois filhos dela, de 18 e 25 anos, com cocaína, crack e mais de R$ 1,1 mil. “Ao perceber a presença da polícia na casa, a mulher tentou jogar as drogas no vaso do banheiro, porém foi flagrada e presa pela equipe”, falou o delegado-titular do 2º DP e responsável pela operação, Joaquim Antônio Figueira.

Cerca de 80 agentes de segurança, entre Polícia Civil, Guarda Municipal e Polícia Rodoviária Federal (PRF) participaram da operação. A ação também contou com o apoio de dois helicópteros - do Grupamento Aéreo (GOA) da Polícia Civil e da PRF, além do Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre).

"A integração entre as forças de segurança traz resultados cada vez mais importantes em uma área sensível como o tráfico de drogas, que induz a proliferação de outros crimes, como o roubo e a receptação, por exemplo", avalia o chefe do Núcleo de Operações Especiais da PRF, Anthony Nascimento.

Cinco pessoas foram autuadas pelo crime de tráfico de drogas e o outro homem por roubo. Todos permanecem presas, à disposição da Justiça.

Ricardo Dverson/Guarda Municipal de Curitiba

Ricardo Deverson/Guarda Municipal de Curitiba

Ricardo Deverson/Guarda Municipal de Curitiba

Imprimir

Agentes se preparam para orientar o trânsito no binário Nilo Peçanha-Mateus Leme

Escrito por Luciana Cristo. Postado em Notícias

Agentes de trânsito, guardas municipais, fiscais da Urbs e policiais militares receberam instruções ao longo de todo o dia desta segunda-feira (27) sobre o funcionamento do binário Mateus Leme-Nilo Peçanha, que abrange os bairros Centro, Centro Cívico e São Lourenço.

Estes profissionais vão atuar na operação de implantação do binário, que ocorre às 9h desta terça-feira (28). Serão mobilizados cerca de 80 agentes na orientação e organização do trânsito, incluindo equipes da Guarda Municipal e do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran).

A capacitação específica para atuar nesta operação de trânsito foi organizada pela Diretoria de Engenharia da Superintendência de Trânsito de Curitiba (Setran). “É importante esse conhecimento e ambientação prévia para que todos os profissionais que vão auxiliar motoristas e pedestres saibam das mudanças e possam dar orientações precisas”, afirma a superintendente de Trânsito, Rosângela Battistella. Esse trabalho de orientação continuará ocorrendo nos próximos dias.

Diariamente, passam pelas duas ruas, nos dois sentidos, cerca de 35 mil motoristas. “Com a implantação do binário, teremos maior fluidez para as vias, facilitando o deslocamento de motoristas e de pedestres, incluindo a melhor organização do fluxo de veículos que chegam da Região Metropolitana de Curitiba a partir daquele trecho”, explica a superintendente municipal de Trânsito.

Em caso de dúvidas sobre o funcionamento do binário, o telefone 156 está à disposição.

Alterações nas ruas
A Rua Nilo Peçanha passará a ter sentido único em direção ao Centro de Curitiba, até a Rua Treze de Maio. Já a Rua Mateus Leme terá sentido único em direção aos bairros, até a Rua Evaldo Wendler. Ambas terão três faixas para circulação dos veículos. Além das duas vias que compõem o binário, a alteração afetará outras ruas do entorno. Confira:

Rua Coronel Agostinho Macedo/Euclides Bandeira: novo sentido da Prof. Benedito Nicolau dos Santos para a Mateus Leme (até agora, era no sentido oposto).

Rua Evaldo Wendler: novo sentido da Mateus Leme para a Nilo Peçanha (antes, era sentido duplo).

Travessa Pio XII: novo sentido da Nilo Peçanha para a Mateus Leme (antes era sentido duplo).

Rua Albino Silva: retorno de mão dupla entre Carlos Pioli e Teffé (antes mão única).

Rua Albino Silva: inversão de sentido entre Teffé e Paulo Graeser Sobrinho, sentido bairro (antes mão única - sentido centro).

Rua Hugo Simas: novo sentido da Teffé para a Albino Silva (antes era sentido duplo).

Rua Des. Benvindo Valente: inversão de sentido entre Nilo Peçanha e Paulo Graeser Sobrinho, sentido bairro (antes mão única - sentido centro).

Rua João Manoel: novo sentido da Quari para a Trajano Reis (antes era sentido duplo).

Primeira fase
Antes da implantação do binário, diversas reuniões ocorreram com os principais geradores de emprego e economia da região para avaliação dos impactos. Esta é a primeira etapa da implantação do binário Mateus Leme-Nilo Peçanha. O projeto integral do binário, discutido entre as equipes técnicas do Ippuc e da Setran, seguirá até o bairro Abranches, depois do Parque São Lourenço. Este segundo trecho está em estudos, com possibilidade de implantação em 2018.

Transporte coletivo
As 15 linhas de ônibus urbanos que circulam na região do novo binário das ruas Mateus Leme e Nilo Peçanha terão os itinerários alterados a partir desta terça-feira (28). Para o atendimento integral dos passageiros do transporte público, as linhas no sentido bairro-centro passarão em ruas transversais ao binário.

Nas duas ruas passam, ainda, oito linhas do transporte metropolitano.

Daniel Castellano/SMCS

Daniel Castellano/SMCS

Daniel Castellano/SMCS